26/10/20237 min

Saúde

Tatuagem no seio: empoderando mulheres que tiveram câncer de mama 

O mês de outubro, dedicado à conscientização sobre o câncer de mama, está se encerrando, mas isso não significa que […]

veja como a tatuagem no seio pode empoderar mulheres após o câncer de mama

O mês de outubro, dedicado à conscientização sobre o câncer de mama, está se encerrando, mas isso não significa que devemos deixar esse tema de lado. Afinal, a importância da prevenção e do combate ao câncer de mama merece nossa atenção durante todo o ano.  No contexto do Outubro Rosa, é interessante notar que a tatuagem no seio se destaca como uma ação de empoderamento para muitas mulheres.

É uma das tatuagens denominadas como “tattoo do bem”. Tem como finalidade reconstruir a aréola através da micropigmentação. Que saber mais sobre esse assunto e descobrir mais sobre os significados das famosas “tatuagens do bem”? Então acompanhe o artigo com a gente que vamos mostrar todos os detalhes! 

Mas o que é tatuagens do bem? 

A tatuagem, como forma de expressão artística, tem raízes antigas e, mais recentemente, tem desempenhado um papel surpreendente na medicina. Ela é utilizada para identificar doenças e condições crônicas, bem como expressar desejos relacionados à vida, originando o conceito das “tatuagens do bem”.  

Essas tatuagens, que incluem mensagens como “alergia à penicilina”, “Diabetes tipo 1” e outras, são encontradas em pacientes, muitas vezes inconscientes, que chegam ao pronto-socorro. Elas fornecem pistas valiosas para a equipe médica, tornando o tratamento mais direcionado e eficaz, e auxiliando na prevenção de complicações. 

O movimento das “tatuagens do bem” teve origem nos Estados Unidos em 2006 e vem ganhando cada vez mais destaque. Tatuadores oferecem esse serviço a preços acessíveis, visando o bem-estar e a segurança da saúde de seus clientes.  

Quando um paciente apresenta condições crônicas que exigem tratamento imediato para preservar sua vida, essa forma de comunicação por meio das tatuagens do bem se torna um alerta crucial para a equipe médica, destacando a importância desse conceito na área da saúde. 

Tatuagem do bem e câncer de mama 

Agora que você entendeu o conceito da tatto do bem, deve estar se perguntando: “mas o que isso tem a ver com pacientes que já tiveram câncer de mama?” Nós respondemos: “tudo”!  

Isso porque a reconstrução da aréola da mama por meio da micropigmentação é uma prática que vai além da estética. Para mulheres que enfrentaram a mastectomia devido ao câncer de mama, essa técnica desempenha um papel crucial na restauração da autoestima e na superação das marcas emocionais deixadas por essa jornada desafiadora. A mastectomia não apenas deixa cicatrizes físicas, mas também impacta profundamente o bem-estar emocional das pacientes. 

Nesse contexto, a tatuagem no seio se destaca como uma solução inovadora e menos invasiva para a reconstituição da aréola. Esse procedimento é frequentemente realizado por esteticistas ou tatuadores especializados, desde que haja a autorização de um médico para garantir a segurança da paciente. A micropigmentação reconstrutiva é conhecida por ser indolor e de rápida execução, proporcionando resultados naturais que restauram a confiança e a autoimagem da mulher. 

Para atingir resultados ainda mais realistas, muitas pacientes optam por tatuagens com efeito 3-D, que utilizam técnicas de cores, luz e sombra para criar uma aréola que se assemelha à natural. Além de reconstruir a aréola, a micropigmentação também oferece a possibilidade de camuflar as cicatrizes da mastectomia, proporcionando às mulheres a oportunidade de encerrar essa fase desafiadora com um toque de arte e autoexpressão. 

A importância da tatuagem no seio vai além da estética, pois ela desempenha um papel significativo na jornada de recuperação e superação das pacientes que passaram por uma mastectomia. Esse procedimento não apenas restaura a aparência física, mas também ajuda a reconstruir a autoestima e o bem-estar emocional, permitindo que as mulheres retomem o controle sobre suas vidas e celebrem a sua força e resiliência. 

mais do que conscientizar, queremos proteger

Quais são as recomendações para realizar a pigmentação da aérola e mamilo? 

A pigmentação da aréola e mamilo é um procedimento versátil e altamente indicado em diversas situações relacionadas à saúde e estética das mamas. A primeira indicação é quando ocorrem irregularidades ou cicatrizes na aréola e no mamilo após cirurgias mamárias, como aumento, redução ou reconstrução da mama, a micropigmentação se destaca como uma solução eficaz. Ela permite camuflar imperfeições e alcançar uma aparência mais uniforme e natural. 

A segunda indicação é através da mastectomia. cirurgia de remoção da mama, muitas vezes envolve a retirada completa da aréola e mamilo. Nesse contexto, a pigmentação da aréola e mamilo desempenha um papel fundamental na restauração da autoestima e da confiança das mulheres que passaram por essa experiência. Ela permite a recriação de uma aparência natural e simétrica da mama, contribuindo para que as pacientes se sintam mais confortáveis com o próprio corpo. 

Outra indicação importante para a realização da tatuagem no seio é quando há necrose dessas áreas após cirurgias mamárias. A necrose pode levar a alterações na pigmentação e na textura da pele, afetando a estética da mama. A micropigmentação é uma solução eficaz para reverter esses efeitos e restaurar a aparência original da aréola e do mamilo. 

Existem complicações deste procedimento? 

Em relação à tatuagem nos seios, é importante destacar que esse procedimento é, em geral, considerado seguro e com um baixo índice de complicações. A ocorrência de problemas, como alergias ou infecções, é extremamente rara nesse contexto.  

A segurança desse procedimento é uma das razões pelas quais muitas mulheres optam pela pigmentação da aréola e mamilo como parte do processo de reconstrução da mama após cirurgias mamárias, mastectomias ou para corrigir irregularidades. 

Portanto, embora seja essencial considerar todos os aspectos de qualquer procedimento estético, esta técnica se destaca como uma opção confiável, segura e eficaz para aprimorar a aparência das mamas. É uma alternativa valiosa para as mulheres que buscam restaurar sua autoestima e confiança, proporcionando resultados satisfatórios com riscos mínimos. 

Quantas sessões são necessárias para se chegar no resultado desejado? 

É comum que as pacientes tenham a preocupação de quantas sessões serão necessárias para alcançar o resultado desejado na pigmentação da aréola e mamilo. Dado que esse procedimento é realizado por meio de tatuagem, geralmente uma única sessão é suficiente para alcançar a cor e a estética desejadas.  

No entanto, em alguns casos, especialmente quando se lida com mamas que apresentam cicatrizes ou histórico de radioterapia, pode ser recomendável agendar sessões de retoque após alguns meses da primeira aplicação. Esses retoques servem para fortalecer o pigmento e garantir que a aparência permaneça satisfatória ao longo do tempo. 

Estúdios com propósitos para além da tatuagem 

Existem muitos estúdios de tatuagem que entraram no movimento das “tatuagens do bem”. Que têm a missão de proporcionarem, a baixo custo, um cenário melhor para aquela pessoa. Seja através de uma tatuagem que alerte ou que resgate a autoestima. A Find Tatto é uma delas. Na verdade, é muito mais que um estúdio. É uma plataforma que buscar levar o bem-estar tanto para tatuadores quanto para os clientes ao prezar pela segurança e confiabilidade. 

A Find estabeleceu uma extensa rede que engloba tatuadores, empresas, artistas, estúdios e influenciadores que compartilham do mesmo entusiasmo: tatuagens! O propósito é duplo: facilitar a exploração do universo da tatuagem e destacar valiosos parceiros. Para concretizar esse objetivo, eles elaboram conteúdos informativos, assim como, a participação de eventos dedicados à promoção e ao incentivo à arte da tatuagem. 

Se você tem interesse em fazer uma tatuagem no seio ou conhecê-los melhor, nós convidamos a conhecer a plataforma deles! 

micropigmentação na mama

Gostou do conteúdo? Compartilhe: