21/06/20245 min

Aposentadoria

Calculadora de aposentadoria: passo a passo para usar

Saber quanto vai receber quando parar de trabalhar envolve diversos fatores. Por isso, usar uma calculadora de aposentadoria pode ser […]

Passo a passo para usar a calculadora de aposentadoria

Saber quanto vai receber quando parar de trabalhar envolve diversos fatores. Por isso, usar uma calculadora de aposentadoria pode ser o ideal.

Afinal, o seu benefício vai depender do tempo de contribuição, do tipo de regime de previdência (se servidor do setor público ou privado), o valor das contribuições, a idade, entre outros pontos.

É possível fazer esse cálculo de maneira mais precisa no site do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). No entanto, você vai precisar de informações muito detalhadas.

Pensando em facilitar esse processo, preparamos uma calculadora de aposentadoria que traz uma estimativa do quanto você vai receber.

Assim, em poucos segundos, você tem em mãos dados como o valor do benefício, o tempo que falta para contribuir, entre outras informações importantes.

Use a calculadora de aposentadoria agora mesmo!

Passo a passo para usar a calculadora de aposentadoria

Antes de usar a calculadora de aposentadoria, é importante entender alguns pontos sobre o seu funcionamento:

– Essa é uma calculadora de aposentadoria que considera o benefício comum, concedido pelo INSS. Ou seja, situações especiais, como as de servidores públicos e professores não são contempladas.

– Na maioria dos casos, o INSS não concede aposentadoria a pessoas com menos de 60 anos de idade.

– Para obter um resultado mais próximo do valor real da sua aposentadoria, insira dados verdadeiros e precisos na calculadora.

– A calculadora de aposentadoria se baseia no seu salário atual. No entanto, pressupõe que você vai manter as contribuições ao INSS até se aposentar.

Saiba como usar a calculadora de aposentadoria

Então, é só seguir o passo a passo para usar a calculadora de aposentadoria:

Passo 1. Acesse a calculadora de aposentadoria no celular ou no computador: https://interativos.mag.com.br/calculadora-de-aposentadoria

Passo 2. Preencha as informações relacionadas às suas contribuições ao INSS para fazer o cálculo. Você vai precisar informar o sexo de registro, a idade atual, o tempo que já tem de contribuição, além dos valores do primeiro salário e do salário atual. Então, clique em “calcular aposentadoria”.

Passo 3. Insira seus dados pessoais para um resultado mais personalizado e clique em “enviar”.

Passo 4. Confira o valor estimado da sua aposentadoria. Saiba ainda quanto tempo falta para alcançar a idade de mínima para se aposentar. Além disso, descubra por quanto tempo você ainda precisa contribuir para ter acesso ao valor mínimo e integral do seu benefício.

O valor da calculadora de aposentadoria ficou baixo, e agora?

Sobretudo depois da reforma da previdência, ficou mais difícil garantir a aposentadoria pública no Brasil. Além disso, o valor do benefício também tende a ser menor.

Portanto, é comum que a pessoa use a calculadora de aposentadoria e se depare com um valor menor do que o seu salário atual. Ou ainda se dê conta de que, sem os benefícios e outros valores que podem ser agregados ao salário, a aposentadoria não será o suficiente para se manter depois de parar de trabalhar.

Isso acontece porque o cálculo depende de diferentes fatores. Um deles é o valor da contribuição ao longo dos anos.

Além disso, se o seu salário atual estiver acima do teto do INSS, sua aposentadoria será menor. Afinal, pela nova regra, não é possível receber mais do que o teto, que em 2024 é de R$ 7.786,02.

Previdência Privada é solução para manter a renda na aposentadoria

Calculadora de aposentadoria simula quanto você vai receber

Levando em consideração o resultado que você obteve na calculadora de aposentadoria, e a expectativa de que o seu salário aumente até você se aposentar, é importante considerar maneiras de complementar a sua aposentadoria do INSS.

Nesse caso, a Previdência Privada é uma das soluções mais indicadas. Afinal, ela permite que você contribua com valores a partir de R$ 100 mensais, de acordo com o montante que pretende resgatar no futuro.

Além disso, ela pode trazer benefícios, como dedução no Imposto de Renda. Vale mencionar ainda que você pode escolher se quer receber o valor acumulado de uma só vez, ou em forma de renda.

Outra grande vantagem da Previdência Privada é que os valores da contribuição são totalmente seus, depositados em uma “conta” particular que rende juros. Diferentemente do que acontece no INSS, em que as contribuições de todos são usadas para o pagamento dos benefícios ativos.

Portanto, no caso de falecimento antes da data de resgate da Previdência Privada, é possível que seus beneficiários recebam os valores que você depositou ao longo da vida. Funcionando, assim, como um legado que você deixa para quem mais ama.

Gostou dessa possibilidade e quer saber mais? Entre em contato conosco e simule a sua Previdência Privada!

Gostou do conteúdo? Compartilhe: