26/06/20246 min

Seguros e Previdência

Como funciona o Seguro de Vida para infarto?

Seguro de vida para infarto: entenda como funciona e quais produtos estão disponíveis no mercado!

Entenda como funciona o Seguro de Vida que cobre infarto e quanto custa

O Seguro de Vida para infarto pode dar assistência em um momento delicado, em que o segurado ainda precisa arcar com muitas despesas médicas. Além disso, após um episódio como este, é possível que o seu trabalho fique comprometido, o que acarreta muitos apertos financeiros.

Para que isso não aconteça com você e os seus entes queridos, que tal conhecer um produto que cabe no seu bolso e que não tem burocracias na hora de contratar?

Neste artigo, vamos explicar como funciona o Seguro de Vida para infarto, mostrando que é possível ter uma cobertura complementar ao plano de saúde. Confira!

Como funciona o seguro com cobertura em vida?

Felizmente, as pessoas estão vivendo mais. Logo, as seguradoras precisam se atualizar em relação aos produtos ofertados, com base na personalização e no aumento da longevidade da população.

Esse tipo de proteção pode ser bastante útil, pois existem algumas doenças graves que geram muitas despesas médicas e hospitalares, além do risco de incapacitar uma pessoa para o trabalho. E mesmo que você tenha um plano de saúde, é possível que não haja algumas coberturas.

Por esse motivo, contar com um seguro é uma excelente opção, pois ele traz mais tranquilidade financeira e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida.

O número de pessoas que morre em decorrência de infarto e outras doenças do coração não é baixo. Por causa disso, é importante que o segurado seja transparente na hora de informar sobre a sua saúde e os seus hábitos no momento de contratar uma cobertura.

Vale destacar que o mercado está mudando e se tornando mais inclusivo. Na prática, mesmo que o beneficiário diga no contrato que tem uma doença grave, por exemplo, ele pode ter direito à assistência, caso precise.

Em contrapartida, é importante que o seu problema de saúde esteja sob controle e que você tenha hábitos de vida saudáveis, como boa alimentação e prática de atividades físicas.

O que é o Seguro de Vida para infarto?

É importante destacar que a cobertura para infarto e outras doenças graves costuma ser considerada um produto adicional. Ou seja, o mais comum é que o Seguro de Vida dê assistência ao indivíduo quando ele morre, sofre um acidente ou tem uma doença que o torne incapaz de trabalhar, por exemplo.

Como nem sempre a doença leva ao óbito ou à invalidez, a pessoa segurada e os seus familiares podem ser ajudados durante o período de recuperação.

É importante lembrar que esse tipo de situação não ocorre apenas com quem tem um estilo de vida pouco saudável: mesmo aquelas pessoas que se cuidam podem ser surpreendidas com um infarto.

Um dos principais procedimentos na hora de contratar um seguro contra infarto é o preenchimento de um formulário específico. Nele, é dito para a seguradora se o indivíduo tem hábitos saudáveis e se a sua doença grave está sob controle.

Com essas informações em mãos, a seguradora vai calcular com mais exatidão o risco que é firmar uma cobertura com aquele cliente — assim, o negócio será benéfico para os dois lados.

Na prática, esse tipo de produto costuma ser focado em indivíduos com uma idade mais avançada. Mas isso não impede que pessoas mais jovens contratem, desde cedo, uma proteção, concorda?

Acompanhe os próximos tópicos e saiba mais sobre a cobertura para infarto da MAG Seguros!

Doenças Graves

Imagine uma pessoa que tem um histórico de doença grave na família ou quer se proteger financeiramente, caso tenha algum problema no futuro. Para elas, a MAG tem três opções de Seguro Doenças Graves:

  • Doenças Graves Essencial: voltado para câncer, com indenização que varia entre 30% e 100%, dependendo da gravidade da doença;
  • Doenças Graves Plus: é nesta cobertura que o infarto se enquadra, bem como Parkinson, AVC, Alzheimer e outras doenças;
  • Doenças Graves Premium: cobre, entre as enfermidades dos demais planos, coma por traumatismo craniano e danos cerebrais anatômicos, por exemplo.

Em relação à indenização, ela é feita uma única vez, com um valor que tende a suprir as necessidades médicas e financeiras do segurado que sofreu o infarto ou teve alguma complicação decorrente dele. A idade para ingressar no seguro vai de 16 até os 65 anos.

Contudo, doenças que tendem a acometer pessoas com idade mais avançada têm cobertura até os 80 anos, como é o caso do infarto e também do AVC, do Parkinson e do Alzheimer, por exemplo.

Sobre o Imposto de Renda, o valor que o segurado paga não é deduzido, mas a indenização não é tributada. Em relação à periodicidade do pagamento, ela pode ser mensal, trimestral, semestral ou anual, e há as seguintes opções na hora de pagar:

  • desconto em folha;
  • débito em conta;
  • convênio cobrança;
  • boleto;
  • cartão de crédito.

Doenças Graves Master

A MAG tem um produto específico para pessoas entre 66 e 85 anos: o Doenças Graves Master. Além do infarto, ela cobre enfermidades como Alzheimer, câncer, Insuficiência Renal Crônica, AVC e Parkinson. A indenização é feita uma única vez e as parcelas não são dedutíveis de IR, mas a indenização é isenta.

Lembra quando falamos de um formulário que a pessoa deve preencher antes de contratar o seguro? O nome dele é DPS (Declaração Pessoal de Saúde). O ideal é ser claro e não omitir nada neste documento, pois isso pode gerar problemas lá na frente em relação ao pagamento da indenização, ok?

Como contratar o seguro ideal?

Na hora de escolher uma seguradora, a melhor alternativa é procurar uma empresa com boa aceitação pela maioria das pessoas, além de uma sólida experiência no mercado. Além disso, é fundamental conhecer bem as suas necessidades e, com base nelas, entender quais as coberturas disponíveis.

Também é importante contar com um corretor de seguros. Afinal, esse profissional especializado pode ajudar bastante na escolha da melhor proteção.

Por fim, lembre-se de questionar: todas as despesas médicas e procedimentos de quem sofre um infarto são cobertos pelo plano de saúde?

Essa é uma das perguntas de maior importância, pois, se não forem, a recomendação é procurar uma cobertura complementar, tendo em vista, também, que o tempo passa e as doenças começam a aparecer com mais frequência.

O seguro de vida para infarto, como vimos, pode dar uma ótima assistência com as altas despesas médicas. Com a MAG, você tem a proteção que precisa — e a contratação é sem burocracia e com muitas facilidades, o que torna o nosso produto único no mercado!

Aproveite para acessar a nossa página de simulação de seguro e garantir a sua proteção!

Simule seu seguro de vida

Gostou do conteúdo? Compartilhe: